Suzana Coelho: Por que escolhi ser au pair?


Decidi iniciar minha participação aqui no Intercâmbios Acadêmicos falando sobre o porquê de ter escolhido ser au pair, minha motivação pessoal, o que é o programa, quais os requisitos gerais e os benefícios.

Minha irmã conhecia o Programa de Au Pair há, aproximadamente, 6 anos. Sempre participou de grupos no Facebook e acompanhou blogs sobre o assunto. Foi daí que, em maio de 2016, uma amiga em comum, comentou com ela que havia iniciado o processo para ser au pair nos Estados Unidos e pediu para que ela me falasse sobre a possibilidade de ir.

Sou advogada e estava completamente desanimada com a profissão. Foi daí que tudo começou pra mim. A partir de junho/2016 passei a pesquisar mais sobre o intercâmbio, qual a melhor agência, os requisitos, valores, países que poderia ir, etc. e, com os vídeos no Youtube de meninas que já eram au pairs ou que estavam prestes a embarcar, fui ficando cada vez mais empolgada até que chegou a um ponto em que eu só pensava sobre isso.

Após muitos sites lidos e vídeos assistidos, concluí que já tinha informações suficientes sobre o programa e decidi que queria fazer.

Vamos, então, às curiosidades de um(a) aspirante a au pair:


O que significa au pair?

De um jeito bem resumido, a expressão au pair, em francês, significa "ao par" ou "igual" e tem sua origem na ideia de paridade econômica entre serviços trocados.

O que é o Programa de Au Pair?

O programa é uma modalidade mais em conta de intercâmbio cultural para o exterior, no qual a(o) intercambista, através de uma plataforma (maioria das agências), tem acesso às famílias interessadas e, após emails/conversas por skype/whatsapp/iMessenger, aceita ou rejeita o pedido de match para ir viver no país escolhido, com uma família anfitriã, sendo responsável pelas crianças da casa pelo período de 1 ano, com possibilidade de extensão de seis, nove ou 12 meses.

Quais os requisitos gerais para ser au pair?

Durante a pesquisa sobre o programa percebi que alguns requisitos variavam de acordo com a agência. Listo abaixo aqueles que a maioria exige que a(o) candidata(o) tenha para ser au pair.

  •     Ter entre 18 e 26 anos;
  •     Ter Carteira de Habilitação;
  •     Ter inglês intermediário;
  •     Ter experiência trabalhando (voluntário/remunerado) com criança(s) - mínimo 200 horas;
  •     Ter passaporte válido
  •     Não ser ou ter sido casada(o);
  •     Não ter filho(a);
  •     Não ter antecedentes criminais.


Quais os benefícios de participar do Programa de Au Pair?

Por ser um tópico bastante pessoa, recomendo que cada intercambista analise as agências de intercâmbio individualmente de acordo com o que melhor se encaixa para si. Do meu ponto de vista, os benefícios do programa incluem:

  •     Vivenciar, diariamente, a cultura de outro país;
  •     Aperfeiçoar a língua (inglesa, no meu caso);
  •     Conhecer pessoas novas;
  •     Viajar;
  •     Aprender a se virar sozinha(o);
  •     Estudar algo que sempre quis e no seu país não teve oportunidade;
  •     Melhorar o currículo;
  •     Construir laços com uma família que não é a sua;
  •     Aprender a controlar os gastos.

Poderia ainda destacar alguns outros, mas acredito que, se você percebeu que se encaixa nos requisitos, a ideia é pesquisar cada vez mais e se jogar nessa aventura. Pelo menos é isso que eu estou fazendo!





Suzana Coelho é colunista do Intercâmbios Acadêmicos e au pair nos EUA a partir de maio/2017. Acompanhe o blog da autora neste link.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Mais Populares